Os games mais uma vez na mira do “jornalismo” sensacionalista

3

Muitos jornais e programas sensacionalistas e de quinta categoria vem fazendo um verdadeiro circo em cima de um terrível fato que foi o assassinato de uma família pela criança da casa.

A mídia carniceira e sem qualidade que tem como único objetivo atingir a audiência a qualquer custo cria um verdadeiro show e vibra por trás das desgraças que lhes rendem tantos pontos e de tempos em tempos alguns seguimentos fracos e desqualificados fazem alguma associação estapafúrdia envolvendo os games como é o que vem ocorrendo agora.

Não perderei tempo citando emissoras e jornais, uma vez que já nos dispusemos com jornalistas no passado que acusaram os games em busca de algum ponto de vista não noticiado apenas para chamar a atenção, porém com argumentação e conhecimentos que beiram o ridículo colocando em prova que um cidadão desse tipo tenha feito algum tipo de curso ou faculdade na área.

Para quem não tem acompanhado o fatídico caso envolvendo essa família se deu quando uma criança de 13 anos assassinou os pais, tia-avó e avó. Após os assassinatos o garoto teria ido a escola e em seguida voltado para casa e se matado (vale lembrar que apesar da mídia faminta já ter dado seu veredicto a polícia ainda investiga o caso e trabalha com hipóteses).

E os games? Ignorando qualquer problema psicológico, social, doenças ou qualquer tipo de motivo que tenha causado tal crime alguns seguimentos nada sérios do show de notícias do Brasil encontrou uma foto do personagem de games Ezio em seu perfil no facebook. O personagem faz parte da franquia Assassin’s Creed e pelo simples fato de ser um assassino o espetáculo midiático de algumas empresas questionáveis elegeram o personagem como principal causador e influenciador do crime.  

Vale citar que nós do blog Noobz, nossos parceiros e muitos amigos fazemos parte de milhões de pessoas ao redor do mundo que já tivemos contato com a franquia, ou seja, seguindo a lógica “deles” somos mais uma vez como diversas outras vezes assassinos em potencial…. só que não.

Depois de tantas vezes vindo através do Noobz rebater “jornalistas” sensacionalistas que beiram o ridículo chega a ficar cansativo e extremamente chato ter que voltar novamente ao mesmo assunto onde essas mídias que fazem da morte um espetáculo, acusam os games sem um mínimo de coerência e embasamento. Apenas lamento ter que vir aqui novamente ter que defender os games de uma acusação inexistente onde a busca por dinheiro através de audiência ignora um seguimento com milhões de profissionais, fãs, estudantes e diversas pessoas que de alguma forma tem os games em sua vida e em alguns locais serão apontados de forma pejorativa por aqueles mais influenciáveis que aceitam o que essa mídia diz sem ao menos se questionar o que há de verdade por trás cada notícia.

Como já fiz outras vezes não irei colocar aqui cada ponto de acusação e racionaliza-los, pois chega a ser ridículo, cada leitor e telespectador com um mínimo de senso critico se parar e prestar atenção aos pontos ditos pelos palhaços de paletó verão que as acusações chegam a ser engraçadas por não ter o mínimo de coerência ou qualquer coisa do tipo.

A questão não são apenas os games, mas sim os valores. Depois de tantos anos de experiência e amadurecimento ainda se aceita esse tipo de jornalismo no país? Ou chamar esses de jornalistas é apenas uma ofensa a classe?

Para o show de sangue e glória uma foto basta para colocar todo um seguimento no mesmo calão que para os famintos pouco importa, os mesmos que hoje acusam os games, ontem os enalteceram para ganhar um dinheirinho a mais. Esse é o sujo show da mídia que não se importa com ética, fatos e coerência, apenas com o dinheiro.

3 COMMENTS

  1. Infelizmente o jornalismo já não é mais como antigamente, salvo algumas exceções =/

  2. Ataliba, não são só veículos de quinta categoria não, mesmo os considerados "top de linha" no Brasil e até mesmo internacionais cometem os mesmos erros. Infelizmente, devido à nossa economia e a forma como as empresas de comunicação trabalham, os jornalistas estão cada vez mais jovens e menos preparados para fazer qualquer tipo de análise (crítica, comparativa, opinativa, não importa) e os mais experientes ou ficam cansados e vão embora ou precisam ser podados por editores que por sua vez têm interesses obscuros na publicação de alguma notícia.

    A única maneira de resolver isso é a gente mesmo ir atrás da informação, já que felizmente a internet também nos oferece isso. Só dá um pouco mais de trabalho pra procurar.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here