2ª Temporada: Noobzcast 24 – Games que nao sobreviveram – Battletoads

25
Noobzcast Podcast Games
Noobzcast 24 - Games que nao sobreviveram - Battletoads

Podcast Games Battletoads


SEGUNDA TEMPORADA: Noobzcast #24 – GAMES QUE NÃO SOBREVIVERAM – BATTLETOADS

Olá gamers sejam bem vindos ao vigééééésimooo quarrrrtooo Noobzcast!!!

No vigésimo quarto programa ATALIBA (@AtalibaNoobz), SABAT (Retroplayers), TH (@THretroplayers) e ALEPITECUS (@alepitekus) relembram uma das maiores franquias do mundo dos games, BATTLETOADS.

Neste programa mitos sucumbirão perante TH que zerou o jogo em um Nintendinho tanto de um como de dois jogadores. Além disso conheça várias curiosidades sobre a franquia, seus jogos, desenho e muito mais. Tudo isso recheado com muita nostalgia e as músicas mais marcantes da franquia Battletoads.

*Para melhor experiência de áudio utilize fone de ouvidos.


Tempo de programa: 77 minutos

Links comentados no programa:

Retroplayers Tube #3 – De Cabo a Rabo: Battletoads

Projeto Battletoads para Game Boy Advance – Cancelado

Battletoads propaganda para Wii Fake

Angry Video Game Nerd – Battletoads

EMAIL

Para comentar sobre o programa diretamente conosco, criticas, sugestões, dicas, elogios, friendly fire (erros) mande email para noobzcast@noobz.com.br

FEED NOOBZCAST

Atendendo a pedidos criamos um Feed exclusivo de nosso Podcast, para assinar basta clicar no link.

http://feeds.feedburner.com/noobzcast

NOOBZCAST – O PODCAST DO MUNDO DOS GAMES

Confiram nossos outros programas clicando a seguir: NOOBZCAST

ENJOY!

25 COMMENTS

  1. Grande TH,

    Nós é que agradecemos sua participação. Enriqueceu o programa pra caramba e por favor não precisa se desculpar, aqui a casa é nossa e com certeza a galera ainda vai ouvir mais TH aqui no Noobzcast =)

    Obrigado pelo tempo e a participação meu amigo! Abraços!!

  2. Quero deixar aqui meu muito obrigado ao pessoal do Noobs, por ter me convidado e ainda me fazer sentir uma estrela, kkkkkkkkkkk

    E pedir desculpas pela demora em comentar aqui, acho que vcs sabem que eu estava passando por momentos difíceis, mas felizmente apesar de muita coisa ainda me infringir, 2012 parece ter dado um descanso e estou conseguindo voltar.

    Adorei ouvir o Cast, ficou muito legal mesmo! E olha que eu como todo mundo, odeio minha voz! huahauhauahuahauhau Tenho vontade de mandar eu calar a boca.

    Foi um prazer conhecer vcs e espero que um dia me chamem novamente!

    Muito Obrigado!

  3. Cara, estou sem palavras! Você não faz ideia de como me senti feliz agora!

    E o que você disse sobre lembrar a mesma satisfação de quando passou o Turbo Tunnel pela primeira vez em 1992 faz todo sentido!

    Essa fase do turbo tunnel é tão mágica que jogando com meu irmão novamente esses dias, nosso coração disparou! Mesmo já tendo passado dessa fase de dois sem problemas e com uma câmera apontada para gtente, ou seja, essa fase é mágica, nada pode trazer tanta satisfação no mundo dos games. E passar a fase da bola faz lembrar muito essa emoção de passar pela primeira vez o maior desafio!

    E voltamos a jogar e eu até tirei meu Nes da caixa para isso graças a seu comentário, que quando vi, logo mostrei para ele. e ele automaticamente falou, será que a gente ainsa termina de dois? Na mesma hora peguei o Nes! Então eu te agradeço tb, pq foi um dia muito bom! Voltar a jogar esse game incrível! E a resposta é que ainda terminamos, mas não foi de primeira é lógico, tivemos que sincronizar tudo de novo, kkkkkkkkkk

    Parabéns mano! Vencer esse game, derrotar essa bola maldita é tarefa árdua que só um retro consegue vencer! E fico muito feliz que vc se divertiu muito nesse processo, e que sentiu esse sentimento tão bom chamado nostalgia!!!

    Se vc leu meu texto antes do vídeo vai perceber que eu nunca tinha passado da fase do surf naquela época e que eu voltei a jogar ano passado e finalmente consegui terminá-lo. Ou seja passei pelo mesmo que vc. Jogando um game over atrás de outro até ficar craque em cada etapa do jogo, só assim para terminarmos esse game, e é isso que muita gente não entende.

    Esse jogo me trouxe muitas felicidades e umas delas é receber comentários como o seu!

    Muito Obrigado Renan!!!!

  4. Opa Maxwel, valeu, que bom que falei pouca besteira, kkkkkkkkkkk. Para mim a versão do Snes e Mega do Battletoads e Double Dragons são as piores mesmo, mas concordo com vc, a do mega chega a ser melhor pois parece mais um porte da versão Nes do que uma versão "Mega" vamos dizer assim.

    A versão do Battletoads do Mega é baseada na versão japonesa do Nes, ou seja, muito mais fácil. Tem espinho faltando, buraco, inimigo em tudo quanto é lugar. Vale a pena vc jogar a versão original do Nes.

    Quanto a sobreviver nessa geração, eu concordo com vc, mas apena em forma fan made ou dos mesmos criadores da RARE, se bem que a versão 16 bits, Battlemaniacs não tinha ficado tão boa quanto a versão original do Nes. Mas ainda sim um game muito bom! Ou seja, tem que ser criado hoje por um retro para os retros, se não ficará terrível.

    Valeu Maxwel!

  5. Não avisei pq vc sabe que passei por um período foda e estou voltando agora, rs. É melhor nem falar se não 2012 vem e tome TH…

    O segredo do super poder é o maravilhoso e fantástico direcional da Nintendo presente desde sempre em seus consoles, então se jogar no Nes ou em um emulador para o DS, e jogar bastante vai acabar passando.

    Meu primo nunca tinha passado, a vida inteira, e olha que jogamos muito no Phantom dele. Aí no dia que gravamos o vídeo, ele estava lá e tentou e bam. Passou e morreu na fase do gelo. Foi uma felicidade só e a partir daí deu razão para a diferença do controle.Quem sabe não sai um fan made hein, hein, se é que vc me entende? rs Nada, é responsabilidade demais, kkkkkkkk

  6. Não eram mesmo Marcelo, eu eu acho impossível terminar em um clone, mesmo já terminando de boa perdendo poucas vidas. Ainda mais no controle do phantom que me fez sofrer muito em vários games quando ia no meu primo. Eu tinha um Bit System, o clone mais próximo, mas mesmo assim, não era a mesma coisa.

    Valeu Marcelo.

  7. Pena que não tem cosplay dela né Ariel, mas tem uma Sados que se parece muito com ela, hauhauahuahua. Acho que por isso que a Dark Queen se veste daquele jeito, tem mais Sado no game que ela?, kkkkkkkk

    Valeu Ariel

  8. Sempre terminei battletoads do nes no videogame com cartucho original 72 pinos pulando algumas partes e dando pause na fase 11 clinger winger. Mas quando vi o video de cabo a rabo com battletoads, em que o TH passa por todas as fases sem truque, inclusive não dando pause na clinger winger (ele passou de primeira!) eu surtei e decidi passar do mesmo jeito! A fase 11 clinger winger quase me levou a loucura, a raiva e a possibilidade de desistência! Chegava lá com umas 30 vidas e perdia tudo na bola. Voltava do início. E perdia tudo de novo. Fiquei umas 2 semanas jogando direto até chegar vivo ao final da fase, quase não acreditei quando cheguei lá vivo. Foi a maior satisfação do mundo mandar aquela bola maldita, fedorenta e asquerosa para o quintos do inferno! Me lembrei do momento muitos anos atrás (1992) em que passei da turbo tunnel pela primeira vez, tamanha a satisfação! Obrigado TH por me proporcionar um objetivo doloroso: me tornar um jogador de battletoads completo. Hoje eu consigo ir do início ao fim sem problemas. Battletoads do nes para mim é para quem gosta de dar soco em ponta de faca, até esfolar a mão, e entortar a faca!

  9. Galera, não conhecia o blog e podcast de vcs, mas como costumo acompanhar o Retroplayers acabei sabendo da existência dele. Engraçado que conheço o TH e o maledetto não me fala do cast, mas blz.
    Curti muito, vou ouvir outras edições. Gosto de podcasts bem humorados, com informações interessantes e mais de uma opinião sobre o mesmo tópico. E tudo isso teve neste episódio.
    Por falar no episódio, eu tive meu primeiro contato com Battletoads no Mega, e lá já achava complicado. A versão de NES não dá pra passar do Turbo Tunnel, não dá! O TH deve ter algum tipo de super poder oculto, consegue enxergar as coisas mais devagar, sei lá eu… kkkk
    Mas gostei bastante do que vcs concordaram, é um jogo único, cada fase é um gênero diferente. Não tem jogo igual a ele. Aliás, é ótimo que não tenha saído remake nem outras versões nas últimas gerações, boas chances da franquia estragar e o nome ficar com uma bela de uma mancha, algo que aconteceu em diversas franquias. Melhor continuarmos com esse gostinho de quero mais pra sempre e reviver o título diretamente no Nintendinho ou em emuladores.
    Desculpem o tamanho do comentário e abraços à todos.

  10. Sensacional esse programa. Me lembro muito de Battletoads e joguei todos. O TH tem razão em relação à precisão dos controles! Não cheguei a jogar Battletoads no hardware oficial da Nintendo (só tinha acesso ao Phantom System mesmo) e não tenho dúvidas de que o controle dos genéricos não era tão com quanto o da Nintendo.

  11. Dei razão ao TH ao procurar por uma Dark Queen Live Action, pela mor…muito bom esse episódio, essa série é uma das que eu mais gosto de ouvir e gravar, parabéns galera, já estamos no 24!! Teu número Ataliba!!

  12. Fechar esse game tornou-se quase uma lenda! XD Aí que vemos como os clássicos superam os atuais em questão de desafios. Muito bom o podcast!
    Beijos =*

  13. Logo gravaremos um programa com leitura de comentários e emails para responder a todos os comentários com calma =)) Muito obrigado a todos vocês que comentam! =D

  14. E ae galera…primeiramente agradeço o feedback de voces…esse tipo de programa é um dos nossos preferidos, porque alem de causar aquela nostalgia tambem gera muita disucssao interessante e voces podem ter certeza que terão muitos casts sobre jogos véios hahaha. E meu caro Anônimo, aaah qto tempo hahahaha…nós temos uma lista grande de games pra gravar e sem duvidas Tomb Raider esta nela.
    É isso meu povo, gde abraço

  15. Fala galera, adorei bagarai o podcast, escutei ontem a noite antes de dormi. Para começar, gostei muito da participação do TH, que falou pouca besteira. Gostei muito do Sabat ter citado TimeSplitters no meio do podcast, pois é um dos poucos FPS's da geração anterior que não é linear, tendo puzzles inteligentes, arte das fases maravilhosas e tendo uma exploração que me lembrou até Doom RPG e a série Quake. Não joguei a versão do NES do Battletoads, só a do Mega Drive, que é dificil pra caralho (ainda estou na fase do gelo), mas pelo o que vocês falaram a do NES deve ser uma pedreira mesmo. No Battletoads do Mega Drive, a SEGA não poderia alterar muita coisa durante o port, porque o jogo é da Rare e provavelmente ela não deixaria eles mexerem na obra deles (só portarem). O Battletoads e Double Dragon, a pior vesão é a do SNES (jogabilidade dura e crua-como no Double Dragon 2 de Mega Drive) e a melhor é a do Mega Drive, que pega tudo de bom das 2 versões e mistura. Na minha opinião, Battletoads tem sim como sobreviver a essa geração, tanto no 2D (veja Shank e outros jogos), quanto no 3D (se eles souberem fazer -e não deixando o jogos repetitivo). Valeu galera e finalmente o Sr.Alessandro não falou merda (só naquela parte das gerações dos games, mas o Prof. Girafales disse tudo o que ele é).

  16. Gostei do cast, apesar de o game Battletoads não ter feito parte da minha infância Old Gamer ele foi um jogo legal, me divertia jogando com meu irmão no Super Nintendo.
    Gostaria de parabenizar vocês sobre o cast, o site de vocês já se tornou um passagem obrigatória pra mim quase todos os dias, para saber sobre novidades no mundo dos games.
    Eu quero pedir também para fazer mais casts sobre Old Gamer, de preferencia um sobre o Universo de Mortal Kombat (Até hoje não encontrei ninguém em minha cidade capaz de me vencer em qualquer game da série Mortal Kombat)

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here