Noobzview: Dead Space

5

Dead Space review

Game: Dead Space
Desenvolvedora: Visceral Games
Distribuído por:
Electronic Arts

Plataforma Utilizada:
Playstation 3

Também para:
PC e Xbox 360

Noobzview:
Alepitecus (@Alepitekus)

———————————————————————

Valeu à pena: Jogar a noite e tomar susto pra cara#@$ – diversão certa.

Não valeu a pena: Gastar um pouco a mais de energia por mês pra dormir com a televisão ligada.

———————————————————————

Dead Space é um jogo de tiro em terceira pessoa desenvolvido pela Visceral Games (The Sims 3, Dante’s Inferno) do gênero “Survival Horror”. Em meados dos anos 90 jogos desse gênero ganharam grande popularidade pelo clima de terror misturado com ação ininterrupta, e os principais representantes eram Resident Evil (Capcom) e Silent Hill (Konami) foi então que somente em 2008 a Electronic Arts (EA) entrou na jogada e fez bonito.

Dead Space analiseDiferente de outros jogos do gênero que possuem uma história razoavelmente rasa ou inexplicável, Dead Space vem com uma proposta mais ousada apresentando um roteiro elaborado e tratando de um tema que há muito é explorado no cinema e na literatura – ficção cientifica. Devido ao tema, o nome do personagem principal foi uma homenagem a dois dos maiores escritores desse gênero: Arthur C. Clarke e Isaac Asimov resultando em Isaac Clarke.

Na trama Isaac é um engenheiro de manutenção a bordo de uma nave de resgate e está encarregado de consertar a comunicação de uma estação espacial chamada Ishimura. Isaac e tripulação vasculham e investigam a causa da pane quando são atacados por alienígenas hostis que dilaceram metade da equipe. A partir desse ponto, o jogador deve além de solucionar o mistério da nave, enfrentar ou fugir alucinantemente desses monstros bizarros.

Mesmo com um protagonista nada carismático e sem quase nenhum diálogo ou participação dramática, os personagens colaboram para a trama de maneira interessante, ora através de áudio, ora por hologramas (imagens projetadas) destrinchando os detalhes da história.

Dead Space reviewOs gráficos não decepcionam, mas também não fazem parte daquele grupo seleto que nos enchem os olhos. Os ambientes se assemelham ao filme de Ridley ScottAlien – O 8º Passageiro” que sem dúvida foi uma fonte de inspiração pra criação de alguns ambientes. Como todo game de “Survival Horror” que se preze Dead Space apresenta a todo o momento um clima tenso e assustador e pelo fato de estar dentro de uma estação espacial muitas vezes causa uma sensação claustrofóbica.

Dead SpaceA jogabilidade é parecida com os shooters de terceira pessoa, com a câmera pouco acima da cintura e posicionada ligeiramente a direita do personagem, porém em Dead Space esse recurso tem uma funcionalidade. A interface está clean, ou seja, não apresenta os demonstradores de vida, munição e itens porque as informações estão contidas no personagem ou através de hologramas projetados pela própria armadura, proporcionando um realismo maior.

Como o jogo se passa no espaço, nada mais justo do que trazer as propriedades dele tais como a gravidade zero e o vácuo. São nessas duas ocasiões que a jogabilidade se consagra tornando o cenário um personagem. Os desenvolvedores basearam-se nos estudos da NASA para reproduzir o comportamento real do fogo, dos líquidos e dos movimentos dos personagens quando nessas condições.

Dead SpaceA trilha e os efeitos sonoros contribuem para a atmosfera soturna do game, muitas vezes resultando em terror. Destaque para a trilha de fundo que consegue provocar uma imersão que em alguns momentos se transforma em “MEDO”.

Detalhe para um ponto relevante. Assim que o jogo termina, um bônus é liberado: uma apresentação do Concept Art dos cenários e personagens. Não deixem de conferir porque é extremamente bem feito.

Enfim, Dead Space é um game de terror e ficção cientifica, uma mistura interessante que com certeza vai proporcionar muita diversão. É o “Survival Horror” como ele deve ser: violento, cheio de monstros sanguinários e muitos sustos. RECOMENDADO.

TRAILER

———————————————————————

NOTA:

Gráficos: 8.0
Som: 9.5
Jogabilidade: 9.5
Diversão: 9.0

NOOBZVIEW: 9.0

Por Alepitecus
@Alepitekus

5 COMMENTS

  1. Olá, eu quero divulgar meu site, ele é theclassicsgames.blogspot.com. Postei mais de 2 análises, uma de Rock N’ Roll Racing, Cadillacs and Dinossaurs e postarei mais 3 análises até o final do ano, junto com colunas do blog (só que estou meio sem tempo, pois é só eu que posta no blog). Parcerias, dicas, elogios e reclamações, se você quiser mandar análises ou quiser participar do blog, o e-mail é: junior-cda11@hotmail.com.

  2. Quando comecei a jogar Dead Space eu fiquei extremamente empolgado com o clima do jogo. Quando chegou na metade, fui surpreendido pelo excesso de repetição, o que acabou me fazendo jogar meio que "obrigado" só para ver o final. Achei um péssimo jogo, e um fraco survival horror.

  3. Grande Alepitecus,

    Meus parabéns pela excelente resenha.

    Não tinha percebido a "sacada" do nome do personagem principal. Asimov é um dos meus autores favoritos!

    Joguei Dead Space até o final e achei maravilhoso. Acho que ele mistura muito bem o clima de horror com a exploração e upgrade de equipamento. A melhoria da armadura, a forma como as portas abrem e o "feeling" geral do jogo me lembrou muito Metroid. Deve ter sido uma inspiração para eles.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here