1ª Temporada: Noobzcast 17 – Drops – Jogando papo fora

18
Noobzcast Podcast Games
Noobzcast 17 - Drops - Jogando papo fora

Noobzcast Podcast Games


PRIMEIRA TEMPORADA: Noobzcast #17 – DROPS – JOGANDO PAPO FORA

Olá gamers sejam bem vindos ao décimo sétimo Noobzcast!!!

Neste programa totalmente fora dos padrões ATALIBA (@AtalibaNoobz), CHRISTOPHER, ARIEL (@arielsis) e ALEPITECUS (@alepitekus) se encontram em uma noite de calor insuportável para conversar sobre games e falar muitas, mas muitas besteira e coisas que só se diz quando se está com muito sono.

Neste programa saiba quem dirigiu o novo trailer de Need for Speed, conheça o jogo que vai ganhar um filme japonês, aprenda um pouco sobre cavaleiros do zodíaco, saiba nossas impressões do novo CoD: Modern Warfare 3 e descubra se Ariel conseguiu comer seu beirute antes que esfriasse.

*Para melhor experiência de áudio utilize fone de ouvidos.


Tempo de programa: 41 minutos

Links comentados no programa:

Trailer de Need for Speed: The Run dirigido por Michael Bay

Trailer de Phoenix Wright nos cinemas

Novo trailer de Saint Seiya: Sanctuary Battle – Os Cavaleiros do Zodíaco

“Call of Duty: Modern Warfare 3” é o maior lançamento de entretenimento de todos os tempos

EMAIL

Para comentar sobre o programa diretamente conosco, criticas, sugestões, dicas, elogios, friendly fire (erros) mande email para noobzcast@noobz.com.br

FEED NOOBZCAST

Atendendo a pedidos criamos um Feed exclusivo de nosso Podcast, para assinar basta clicar no link.

http://feeds.feedburner.com/noobzcast

NOOBZCAST – O PODCAST DO MUNDO DOS GAMES

Confiram nossos outros programas clicando a seguir: NOOBZCAST

ENJOY!

18 COMMENTS

  1. Estava na cara que o MW3 iria bater um novo record de vendas e sobre o trailer do Need for Speed dirigido pelo Michael Bay ficou bom. Parabéns pelo cast galera.

  2. Pode crer Chris!! Mas tem outro ponto de suma importância. Jogos exclusivos, como Gears of War e Uncharted, além de serem importantes pra venda dos jogos, influenciam muito na venda dos consoles. E o multiplayer de Uncharted sempre é muito bem falado, então imagino que por ser um multiplayer em terceira pessoa, chamaria a atenção se fosse multi. Com certeza hoje, bater COD MW e Battlefield no multiplayer é complicado, e isso se resume muito bem nas vendas dos mesmos…

  3. hueheuehuehe, tava vendo que isso está bem engraçado… o resto da conversa que não pôde ser bem desenvolvida no podcast está aqui no mini-fórum XD

  4. Ae Ariel, acho que minha comparação ficou meio confusa… o que eu quis dizer é que, em termos de público e vendas, (imaginando essa realidade alternativa em que Uncharted foi lançado para todas as plataformas) Uncharted 3 estaria para Modern Warfare 3 assim como Bayonetta estaria para God Of War.

    Mesmo se lançado em todas as plataformas, Uncharted 3 não teria chances de NESSE ANO vencer Call Of Duty Modern Warfare 3 por causa do público que esses jogos atingiam em suas edições anteriores. O resultado seria no máximo o que foi visto entre Battlefield 3 e MW3, e ainda assim acho que as vendas de Uncharted 3 estariam bem mais abaixo, pois mesmo se a Naughty Dog tivesse um apoio da Sony com o marketing, muito provavelmente a sony não disponibilizaria a quantidade de grana que a EA usou no marketing do BF3 (que foi absurdamente gigantesco). Some a isso o fator: público de MW3 (em boa parte, gamers com experiencia mas que jogam de forma casual apenas pelo fator social), e você encontraria um buraco ainda maior entre as vendas de Uncharted 3 e MW3.

    Outra comparação semelhante seria a seguinte: Imagine uma pessoa que usa Facebook (Call Of Duty) há vários anos. De repente ela ouve falar de um tal de Orkut (Uncharted 3). Por mais que esse Orkut (Uncharted 3) tenha qualidade, pra que eu vou aderir a essa rede social se todos meus amigos estão no Facebook (Call Of Duty)? É como você disse, o fator multiplayer, que é o fator social, é tudo que importa para grande parte desse público (que não inclui nós gamers-hardcore-brasileiros que estamos bastante por fora dessa cultura online nos consoles).

  5. Justamente, eu sei que Bayonetta é um jogo foda, por isso eu optei por falar dele. Ele parece ser um jogo à altura de God Of War, é uma franquia totalmente nova e com personalidade própria, o que faria um GAMER como nós pelo menos pensar em comprar esse jogo no lugar de God Of War 3 (imagine que quem não é gamer hardcore provávelmente só vai saber da existencia de God Of War). Pegue agora Dante's Inferno: jogo bastante inferior a GOW em todos os termos, é uma franquia totalmente nova, suas mecânicas e game design foram feitas a partir das mecânicas e game design existentes em GOW… situação complicada…

    Entre God Of War e Bayonetta um jogador pode gostar igualmente de ambos os jogos pois eles são do mesmo gênero mas possuem personalidade própria. Já entre God Of War e Dante's Inferno a coisa complica… (e olha que Dante's Inferno não é um jogo ruim, mas ele faz as mesmas coisas que God Of War porém num nível abaixo…)

  6. Mas Chris, Uncharted hoje é tão conhecido quanto God Of War, mas é um tipo de jogo que não chama tanta atenção quanto os FPSs voltados ao multiplayer. Bayonetta é um game muito diferente de GOW, mais parecido com Devil May Cry (talvez por ser do mesmo idealizador). O negócio é que COD ganhou seu espaço, e a cada ano traz games de qualidade, assim como FIFA, Assassins Creed. Enquanto for de qualidade e vender bem, serão lançados.

  7. Vrdeade Crihsphetor, condorco com tduo o que dsise.

    Em nomerús, CoD:MW3 foi com crezeta o jogo mias epserado do Mnduo. Entratento, praa agluns de nós, gmears hradcroe, foi apneas "um" dseess mias epserados; Aláis, esess nem epseravam tnato aissm. Miutos otrous jgoos AAA (NON-FPS) farom landaços esse ano e FPSs que seugem a lnhia dos 'ginérecos' só condisero 10/10 qaundo são rleamente bnos e "novos". MW1 é um desses exomples.

    Só não etnendi a prate que vcôe dsise sbroe a ntoa de Battoneya, o jgoo é miuto bcaana e rebeceu dsiveras natos atlas, iclunvise plea Fmaistu (40/40).

  8. Concordo com o Alessandro sobre Call Of Duty 3 ser o jogo mais esperado do ano. Claro que não para nós GAMERS HARDCORE. Assim como 90% dos jogadores de Call Of Duty nunca jogou a campanha, esses mesmos jogadores nem sabem que jamais existiu um jogo chamado Uncharted (se soubessem provávelmente iriam gostar muito dele, mas não é a realidade). Infelizmente, apesar de serem jogos bastante semelhantes (shooter com campanha cinematográfica + multiplayer online com sistema de níveis + etc), Call Of Duty e Uncharted possuem públicos bem diferentes. O público de Uncharted são gamers mais hardcore que se mantiveram fiéis a Sony durante a mudança de gerações. O público de Call Of Duty são em sua maioria jogadores casuais com alguma experiencia em jogos e que foram pegos pelo forte marketing e pelo fator social existente no multiplayer da série. Esse tipo de jogador não acompanha os lançamentos da indústria e etc, elas sabem somente dos nomes mais populares como Guitar Hero, Halo, Mario e Kinect.

    O que quero dizer é que mesmo se por um milagre esse novo Uncharted 3 fosse lançado em todas as plataformas com o mesmo marketing de Call Of Duty, ele não venceria Modern Warfare 3 no final das contas, pois é como comparar Bayonetta (uma franquia que o público desconhece) com God Of War 3 (continuação de uma franquia mega popular)… Mesmo se Bayonetta tivesse um marketing tão grande quanto e ganhasse notas tão boas quanto, pra que as pessoas jogariam um jogo "tipo god of war" no lugar de jogar God Of War 3?

  9. Bacana o programa nesse formato, apesar de como o digitador falou não mudou muita coisa na estrutura e tal, mas ficou bom.

  10. Ataliba,

    Concordo, o fator marketing é muito alto aqui.

    Mas, também, estava considerando somente o produto principal (o filme ou o jogo). Lógico que os produtos secundários (boneco, HQ, etc). Geram uma boa grana paralela.

    Abraços!

  11. UAU! Pacdast srupersa!

    Nboozcsat vresao dpors? Foi pacreido com os ortos, só o tmea dfirente… eheheheeh!

  12. Putz ficou gigante… era mais fácil ter feito um post chamado Games x Cinema hehehe =)

    Abraços!

  13. Concordo completamente contigo Marcelo, até porque no caso citado de Harry Potter, o filme ganhou – dentre outros produtos – até um jogo.

    Os games ainda estão "engatinhando" nesse sentido financeiro de a partir de um jogo se criar outros produtos como animações, HQs e etc. Assim como o cinema que ganha muito mais que a bilheteria de cinema -DVD, Licenciamento de personagens, albuns de figurinha, HQs, bonecos, diversos produtos e etc. (sendo que muitos filmes são lançados direto para DVD e ainda assim geram lucros)

    Acredito que esse comparativo é traçado por uma questão de marketing mesmo para que se faça um exagero e atraia um pouco da atenção dos investidores em potencial para os games e faça com que os leigos entendam que esse mercado é grandioso.

    O mercado de games ainda está muito aquém do de cinema no aspecto financeiro, esse negócio de ultrapassar a industria de cinema se aplica em questões pontuais como eventualmente o custo de produção de um game em relação a um filme X ou estas de vendagem, mas no todo da questão o cinema ainda está muito, muito, muito a frente.

    Concordo que é um marketing exagerado, mas em alguns casos gosto de usar esse argumento para puxar uma sardinha para nós, dependendo do contexto é claro. Mas no geral concordo 100% contigo e é um bate papo muito interessante esse paralelo.

    Como você comentou são modelos de negócio completamente diferentes, seria grosseiramente falando quase que dizer que a nova bicicleta da caloi vendeu X unidades no lançamento e é o maior lançamento dos transportes sendo que a Ferrari vendeu menos. Não há comparação.

    Um abração meu amigo, obrigado por nos escutar! =)

    Ps. E só parei para pensar isso ai em cima depois de ler seu comentário =P

  14. Pessoal,

    Essa história do Call of Duty realmente é impressionante. A cada ano, o jogo vende mais.

    Porém, o pessoal de marketing de videogames gosta muito de comparar jogos com outros produtos de entretenimento, mas tenho a impressão que eles querem é fazer barulho, mas nem sempre a comparação é justa.

    Um filme fatura muitas vezes:

    1 – Na bilheteria dos cinemas;
    2 – Exibições exclusivas (hotel, avião);
    3 – Exibições em TV aberta e TV a cabo;
    4 – Venda para o consumidor final.

    Os jogos, até onde sei, só faturam na venda para o consumidor final. Ou seja, mesmo que eles digam que foi o "produto de entretenimento" que mais faturou no primeiro dia de lançamento, tudo isso é muito relativo.

    Um jogo custa $70, uma entrada pro cinema custa $10-15…

    A impressão que tenho é que o marketing é bem exagerado. Apesar dos produtos serem de entretenimento, são modelos de negócio completamente diferentes…

  15. Eu não entendi nada do que vocês tão dizendo (no post) hehehehe, mas vou ouvir e volto aqui! E ouçam minha peregrinação para comer meu beirute =/…uahuahu

  16. O Ariel que falou rapaz! Só apoiei ele, se alguém te deve algo é ele. Eu sou apenas uma vítima!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here