Após polemicas, A Entrevista já está disponível online

0
Entenda o caso beeemmmm resumidamente

Bom, não sei se você está por dentro, então vamos a um breeeeveee resumo do que está acontecendo.

A Sony produziu uma comédia com Seth Rogen e James Franco chamada A Entrevista, onde os protagonistas iam a Coréia do Norte para matar seu ditador Kim sei lá das quantas. Acontece que por conta desse filme hackers norte coreanos invadiram o sistema da Sony Pictures e roubaram centenas de emails particulares expondo muitas informações confidenciais da empresa, além de alguns roteiros inéditos e algumas coisas mais. Junto ao hack o ditador norte coreano ameaçou a todos os cinemas que passassem o filme (apesar de ter negado que fora seu governo que havia feito o ataque hacker).

Com medo os grandes cinemas cancelaram a exibição do filme e a própria Sony retirou uma série de propagandas relacionadas ao longa do ar na internet. Após essa atitude o próprio presidente dos Estados Unidos veio a público criticando a decisão da Sony, dizendo que um ditador louco de um canto qualquer não pode dizer o que as pessoas podem ou não ver, além de que se trata de uma comédia, imaginem quando houver algum filme mais sério, uma reportagem ou um documentário, chamou a atenção o presidente Obama.

A Sony chegou a se defender dizendo que foram os exibidores quem haviam cancelado as estreias e não ela, mas acontece que a polêmica já estava instaurada.

A entrevista online
Filme Disponível
Chegado dia 25 de dezembro, data de estreia do filme, vários cinemas menores dos Estados Unidos encararam o desafio e lançaram A Entrevista. Junto a essas salas a Sony também lançou o filme online para venda e aluguel.

YouTube Movies, Xbox Video, Google Play Filmes e Kernel disponibilizaram A Entrevista para aluguel por US$ 5,99 no período de 48 horas ou compra por US$ 14,99.


Apesar de funcionarem de maneira independente chamou a atenção a Sony não ter colocado o filme na Playstation Network e em nenhum de seus sistemas ainda. O iTunes foi outra empresa que se recusou a vender o filme em seus sistemas sem maiores explicações.


Como os sistemas disponíveis só estão aceitando residentes de alguns países, os brasileiros ainda não podem ver o filme, mas a Sony e Netflix estão em negociação para disponibilizar o longa no serviço mundial da empresa e assim todos os clientes Netflix terem acesso ao mesmo. Isso de maneiras oficiais, pois um bug misterioso permitiu que o filme fosse copiado e distribuído em torrents da vida, existem especulações de que o tal bug que permitiu o acontecido seria proposital, mas não se sabe.


As criticas dizem que o filme é bem mediano e não tem nada de mais, mas quem resiste a uma polêmica né?

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here