Noobzview: Battlefield 3

7

Battlefield 3 review

Game: Battlefield 3
Desenvolvedora: DICE / Electronic Arts
Distribuído por:
EA Games

Plataforma Utilizada:
Playstation 3

Também para:
Xbox 360 e PC

Noobzview:
Ariel (@Arielsis)

———————————————————————

Valeu à pena: Todo o deslumbre visual que o game proporciona, além do ótimo som.

Não valeu a pena: Campanha Single Player arrastada, sem inspiração e sem originalidade.

———————————————————————

Modern Warfare Killer?

A cada ano, surgem novos games de guerra. É indiscutível que todos (ou a grande maioria) gostam desse tipo de jogo ou tema, já que filmes com essa roupagem também fazem muito sucesso. Mas nos games, com Medal of Honor para Playstation 1 (belos tempos!) que a EA conseguiu transportar essa experiência de maneira realista para nós, mas se perdeu no tempo e não conseguiu mais repetir o feito. Com Call of Duty, a Activision conseguiu resgatar esta experiência, com CoD Modern Warfare elevá-la ao extremo e com Modern Warfare 2 chegar ao ápice. Enquanto isso a EA e a DICE lançavam Battlefield Bad Company (e sua sequência) além de resgatarem a série Medal of Honor, mas ambos não conseguiam aparecer em meio à fumaça causada pelas guerras muito mais divertidas de Call of Duty.

Battlefield 3 analiseCom isso Battlefield 3 foi concebido para ser o concorrente de frente de Call of Duty Modern Warfare 3, e baseando-se neste fato, farei a análise de Battlefield 3 comparando todos os quesitos técnicos e principalmente a campanha Single Player, que é onde Call of Duty se destaca e deixa todos pra trás.

Frostbite 2

O grande trunfo de Battlefield 3, sem dúvida alguma, é sua engine. Logo que demonstrada, revelava que a geração atual poderia alcançar feitos ainda não explorados, até que ficamos sabendo que tudo que havia sido demonstrado era da versão PC. Após algumas semanas fora demonstrada a versão de PS3 e com isso a confirmação da DICE que o game estava sendo incrivelmente bem portado do PC para o console da Sony. E o resultado é surpreendente, pois gráficos, texturas, efeitos de luz, partículas, som, física e tudo que é gerado pela Frostbite 2 (engine utilizada no game) são espetaculares. Só havia visto gráficos tão bons em Godo f War 3 e Uncharted 2 (se tratando de PS3), e em nenhum game multiplataforma houve uma atenção tão grande assim com o PS3. E sim, acreditem, a versão PS3 fica muito próxima do PC (apenas perde pelos seus serrilhados, quase imperceptíveis) enquanto que a versão XBox 360 é a mais pobre.

Battlefield 3 reviewO som como já me referi, está tão bom quanto em Modern Warfare, e acho até que um pouco a frente, pois o som dos tiros é mais convincente. Há diálogos constantes entre os soldados, onde em certos momentos fica até difícil de prestar atenção na ação e no que está sendo dito, ainda mais que o game não tem opção de português como está acontecendo com muitos games hoje em dia. Mas no geral, toda a ambientação é muito bem recriada, graças à parte sonora.

Afinal, é tudo isso ?

Battlefield 3 está para mim como uma apresentação ou demonstração do que a Frostbite 2 pode proporcionar, pois como um jogo que tenta bater de frente com Modern Warfare ele peca muito.

A campanha Single Player adota uma maneira de contar a história EXTREMAMENTE semelhante à Call of Duty Black Ops, e até o Plot Twist no final é muito semelhante. E apesar da fase final se mostrar inteligente, já que traz uma forte referência a uma parte anterior no próprio game, não basta para consolidar a campanha. Durante as fases, onde nos dividimos entre um soldado americano e um russo, os acontecimentos são muito batidos, não havendo nada que nos remeta a uma ação constante ou desenfreada como acontece em Modern Warfare.

Battlefield 3Por falar neste novamente, Battlefield 3 tenta reconstruir os momentos não interativos de Modern Warfare, e mistura com Quick Time Events de God of War por exemplo (momentos que a ação acontece sem você ter controle, onde você deve apertar determinado botão na tela). Mas tudo é muito lento e sem graça. No final das contas, faltou coragem para inovar, para tentar criar algo que fosse além do que já conhecemos, e o resultado final é um game com muito potencial gráfico, mais do mesmo, muito semelhante a Call of Duty ou Modern Warfare, mas que promete se houver uma sequência (que evidentemente haverá, dada a quantidade de vendas).

Com a engine Frostbite 2, a DICE eleva seus status dentro da EA Games, e daqui pra frente até o final desta geração vai dominar os lançamentos feitos pela produtora com sua engine, mas entrega para nós gamers que queremos novidades, algo batido, sem sal, sem graça, mas muito bonito de se ver, o que não é o bastante para se manter sozinho, quem dirá concorrendo com o Monstro Modern Warfare 3

TRAILER

———————————————————————

NOTA:

Gráficos: 9.8
Som: 9.0
Jogabilidade: 8.0
Diversão: 4.0

NOOBZVIEW: 7.7

Por Ariel
@Arielsis

7 COMMENTS

  1. Essa nota está baixa porque os viciados em COD querem jogar igual Rambo, chegando com uma arma atirando em tudo e no BF3 voc~e tem medo de atravessar a rua …

  2. Marcelo, me deixa triste não…foi o Ariel (eu!!) que fez a resenha!! O Ataliba só postou! uhauhauhauah

    Comparando um com o outro, ainda mais jogando no PC o Battlefield, MW3 deve tá muito abaixo da Frostbite 2 né? Ainda mais que estamos falando de uma engine mais velha, mas muito bonita, que é a do MW. Ainda não joguei, mas logo logo o farei!

  3. Ataliba,

    Parabéns pela resenha, ficou muito boa. E você tocou nos pontos principais! Eu joguei um pouco do Battlefield 3 (no PC) e do MW3 (no XBOX 360) e achei ambos muito bonitos. Battlefield realmente é um deslumbre visual.

    Um abraço!

  4. Parabéns pelo review. Realmente o single ficou bem longe de ser bom. E após jogar o single do Modern Warfare 3 posso dizer que o do BF 3 ficou no chinelo. Um dia a EA aprende a falar menos e fazer mais.

  5. O mutlipleyar é a "essincêa" dssee gmae. Só.

    (Anasilando o mtuli, a nota 'Dvreisão' siburia no máixmo uns 2 pnotos…)

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here