Noobzview: Red Dead Redemption

7

Red Dead Redemption review analise

Game: Red Dead Redemption
Desenvolvedora:
Rockstar North e Rockstar San Diego

Distribuído por:
Rockstar Games

Plataforma Utilizada:
Playstation 3

Também para:
Xbox 360

Noobzview:
Alepitecus (@alepitekus)

———————————————————————

Valeu a pena: História sensacional e pra quem gosta de GTA é um prato cheio.

Não valeu a pena: Ir dos EUA até o México a cavalo…tenso.

———————————————————————

RED DEAD REDEMPTION

Vindo de uma franquia de grande sucesso – Grand Theft Auto – a ROCKSTAR GAMES resolveu apostar suas fichas em Red Dead Redemption, e se deu bem. Sucessor espiritual de um game da geração anterior chamado Red Dead Revolver é notório que esse serviu de grande inspiração pra criação desse título, além do nome (“Dã”). Considerado o GTA do faroeste Redemption tem muitas semelhanças com este, muita violência, um mapa gigante com liberdade de escolhas de caminhos a seguir (“OPEN WORLD”) e principalmente a escolha de caráter entre outras.

Red Dead RedemptionTodo bom jogo requer um bom protagonista e John Marston sobra de tanta qualidade. Marston é o tipo do protagonista que dá vida ao jogo. É o verdadeiro macho, o “modafoca”, e que muito se assemelha ao maior ícone do velho oeste – Clint Eastwood. Marston é carismático, muito habilidoso no gatilho, e nunca foge de uma boa briga. Ao longo do jogo, você o conhece bem, descobrindo que esse homem pode ter uma alma caridosa, disposta a ajudar os mais necessitados, como também pode ser o demônio fantasiado de cowboy.

A jogabilidade não impressiona muito, nada de inovador ou especial, mas isso não quer dizer que seja ruim. O que mais chama atenção é uma ferramenta chamada Dead Eye, uma espécie de bullet time, que faz com que o tempo passe mais devagar, dando chance a Marston atingir vários inimigos.

Red Dead RedemptionComo todo “Open World” que se preze, inúmeras missões estão disponíveis por todo o mapa. O jogador tem a escolha de seguir a história principal do game, ou ficar fazendo as side-quests que são missões que, na maioria das vezes, não influenciam na história do jogo, mas servem para evoluir o personagem, dar-lhe dinheiro, liberar extras e etc.

Devo confessar que não sou um grande fã desse tipo de jogo, haja vista que não gosto de GTA (“Não me humilhem”). Acho enfadonho ter que percorrer UM PAÍS INTEIRO com um cavalo para chegar a certo ponto, e, se não pudesse ficar pior, se morrer durante o caminho, toda distância percorrida se perde.

Red Dead RedemptionOs gráficos são ótimos, com texturas muito bem detalhadas e de acordo com o ambiente faroeste. O cenário é extremamente bem feito e variado – que vai desde as regiões mais secas e áridas até florestas e neve. A variedade de pessoas é grande, mas nada comparada a quantidade de animais diferentes que o jogador encontra pelo mapa.

Destaque para um aspecto não favorável – dificuldade. O jogo é extremamente fácil, não precisando de qualquer habilidade pra terminá-lo, inclusive o uso da ferramenta mais interessante do jogo, o Dead Eye, não se faz necessária em quase nenhum momento.

Enfim, Red Dead seria um bom jogo se não fosse por dois motivos: Dublagem dos personagens e Roteiro. Realmente esses dois quesitos fazem esse game ser acima da média.

A dublagem é perfeita, sem nenhum defeito. As escolhas das vozes caiu como uma luva. Rob Wiethoff, dublador de Marston, faz um trabalho excelente que deve servir de exemplo a vários outros games que estão por vir. As pessoas dos vilarejos, os oficiais, os bandidos, os rebeldes, todas foram tratados com muito cuidado e apreço.

Red Dead RedemptionE agora o GRAND FINALE – o roteiro. Simplesmente sensacional. Todos nós gostamos de um game com uma boa história, mas poucas vezes jogamos pra realmente saber o que vai acontecer, ou o porquê aconteceu. Redemption começa morno, sem muitas explicações, apenas um viajante, ex-bandido procurando fazer a coisa certa, que leva no titulo do jogo “REDEMPTION – REDENÇÃO”. No meio do caminho Marston nos mostra que não é bem assim e que essa redenção talvez não seja uma opção. Durante a trama o jogador começa a se familiarizar com os personagens, e aprende muito sobre confiança e o principal de tudo – naquele mundo do velho oeste não existem mocinhos e bandidos, existem pontos de vista e principalmente, por incrível que pareça, a palavra chave do enredo: política. O mais interessante é que alguns fatos históricos parecem estar presentes dentro do game, cito como exemplo o advento dos automóveis, chegando até a mencionar o fabricante Ford.

Red Dead RedemptionEnfim, é um roteiro muito bem desenvolvido e trabalhado, com uma trama complexa e repleta de plot twists (reviravoltas) principalmente no final do game, tudo pra deixar o jogador cada vez mais empolgado e entretido.

Conclusão, Red Dead Redemption é uma ótima aventura no estilo western de Sérgio Leone (“cineasta italiano renomado que produziu filmes e criou o gênero chamado western spaghetti”), com muita violência, porradaria, muita pólvora e diversão. Mais do que aprovado deveria ser obrigatório jogá-lo. Abraços.

Red Dead Redemption Trailer

———————————————————————————–

NOTA:

Gráficos: 9.5
Som: 10.0
Jogabilidade: 8.0
Diversão: 9.5

NOOBZVIEW: 9.25

Por Alepitecus
@alepitekus

7 COMMENTS

  1. Aleptikus,

    Parabéns pela excelente resenha. Eu conccordo 100% com você e com o Rafael14Candido. RDR merece todos os prêmios que ganhou no ano passado! O jogo é maravilhoso! Joguei até o final e comprei a expansão Undead Nightmare e me diverti bastante. O jogo é muito bonito, a trilha sonora é incrível (aquela música com vocais que aparece quando você chega no México é demais!) e a história, como você citou, é simplesmente sensacional.

    E esse final, hein?

  2. Na minha opinião RDR é um dos melhores games q joguei nesta geração.
    Alias estou terminando pela terceira vez. E é o jogo de ação em q me sinto mais mais foda, por causa do Dead Eye e por causa do Lock-on.
    O RDR , junto com o Crisis Core Final Fantasy VII, tem o melhor final EVER!!

  3. Cara… vi esse jogo na casa de um amigo esses dias no ps3 e o gráfico é mto foda mesmo, meu amigo disse que tem um ou outro bug, mas que vale a pena joga-lo mesmo.

  4. Eu nao sou fã do gênero Sandbox, nem de faroeste, mas esse jogo impressiona pelos gráficos, uma reconstrução mto bonita! Agora que vc falou que tem enredo, deu até uma vontadezinha de experimentar!! E todo xbox que eu já vi até hoje sempre tinha um dvd do RDR do lado!! :DD

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here